Programação da Sesma alerta para a violência contra a pessoa idosa

Programação da Sesma alerta para a violência contra a pessoa idosa

No dia Internacional de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, que ocorre nesta terça-feira, 15, e faz parte do Junho Violeta – para lembrar repudiar todo ato de violência cometido contra a pessoa idosa, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), através da Casa do Idoso, promoveu uma programação para debater o tema. A promação prosseguirá por toda a semana com vários eventos.

Neste dia D da iniciativa, a programação começou com apresentação da banda da Guarda Municipal, seguida da palestra: Atuação dos Órgãos da Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, que contou com a participação de representantes do Ministério Público do Estado do Pará, Delegacia do Idoso e Defensoria Pública do Estado.

O secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, particIpou do evento juntamente com outros dirigentes da rede pública de saúde. “Uma das prioridades da Prefeitura de Belém e da Sesma é a política voltada para os idosos”, afirma Bezerra.

A defensora pública, Regina Barata, lembrou que o órgão é responsável pela defesa dos direitos humanos. “A Defensoria Pública tem o dever de agir preventivamente e poder ajudar esse idoso a resolver seu problema. Ao chegar eles são acolhidos, orientados e auxiliados. O que ainda me preocupa é que as denúncias chegam através de amigos ou vizinhos, não através da vítima, que muitas vezes nem tem consciência do que está acontecendo”, informou a defensora.

Delitos contra idosos podem ser denunciados pelo Disque 100

A responsável pela Delegacia do Idoso, Cláudia Guedes explica como é realizado o trabalho. “Estamos lá para fazer esse atendimento, seja para os idosos ou familiares que buscam orientação ou de forma completa, quando há suspeitas de delitos”, explica a delegada. Ela enfatiza que as denúncias sobre quaisquer crimes ou delitos contra os idosos podem ser feitos pelo disque-denúncia e o disque 100.

A delegada também explica, que entre janeiro a agosto de 2020, 87 procedimentos foram instaurados para investigar crimes contra idosos. Entre os principais delitos neste período, a Delegacia do Idoso constatou o seguinte: deixar de prestar assistência; abandonar idosos em hospitais ou casas de repouso; expor a perigo a integridade física ou psíquica dos idosos; submeter idosos a condições desumanas ou degradantes, privando-os de alimentos ou cuidados indispensáveis à saúde; obrigar idosos a trabalhos excessivos, são os casos mais comuns.

Segundo o Sistema de Informação de Agravos de Notificação(Sinan), a violência contra a pessoa idosa vem crescendo a cada dia, mas ainda não reflete a realidade, pois como é uma violência que ocorre dentro de casa a identificação se torna mais difícil.

De acordo com a coordenadora técnica da Sesma, Maísa Gomes, é fundamental que esse tema seja discutido incansavelmente. “Temos muito mais casos que não são notificados e por isso trabalhar com as famílias sobre o fortalecimento de vínculos, o respeito e a fases em que a pessoa idosa passa é de suma importância para a prevenção da violência”, orienta.

Levantamento de dados realizados pela Sesma no período de 2009 a 2021 em Belém, aponta que os idosos da faixa etária de 60 a 69 sofreram algum tipo de violência. Foram agredidos 52 homens e 376 mulheres idosas, um total de 478 pessoas. Já os idosos de 70 a 79 anos, 217 pessoas foram vítimas de violência e com 80 anos e mais foi um total de 137 idosos. Totalizando 782 casos de delitos contra a pessoa idosa.

O evento encerrou com a apresentação cultural do grupo de Idosos Nativos. A programação continua na quarta, 16, quinta, 17 e sexta-feira, 18, conforme listado abaixo:

Dia 16/06
08:30h – Emissão de RG Local: Memorial dos Povos
09h – Live: Perfil da Pessoa Idosa na Instituição de Longa Permanência
Local: Casa do Idoso. Convidada: Assistente social Celene Mendes – Secretaria Estadual de Assistência Social, Trabalho e Renda
14h – Oficina: Rede de Proteção à Pessoa Idosa Vítima de Violência. Local: Casa do Idoso. Responsável: Lílian Rodrigues

Dia 17/06
08:30h – Discussões Reflexivas: A Violência Simbólica contra a Mulher Idosa – Presidente do Conselho Regional de Psicologia, Jureuda Duarte Guerra. Local: Casa do Idoso.
14h – Roda de Conversa: Violência: Conhecer para coibir. Responsável: Equipe Multiprofissional da Casa do Idoso. Local: Casa do Idoso

Dia 18/06
09h – Manhã Cultural: Violetas contra a Violência Local: Casa do Idoso
14h – Sala de Espera: Nó do Afeto. Responsável: Assistente social Lílian Rodrigues.

Texto:
Carolina Boução